iconeicone
Blog
Preparando o retorno
28.05.20
Roger Pixixo

Preparando o retorno

> Cenário Atual

As instituições oficiais do meio outdoor como Parques Nacionais, Estaduais e Unidades de Conservação em geral estão fechadas, e Agências, Guias e Condutores regularizados no setor de turismo estão impedidos de trabalhar desde o início de Março. Falando da Ecopix, praticamente 80% dos nossos roteiros estão em UC's, os destinos que não são e alguns que até não têm nem restrições de acesso, nós optamos por não realizar atividades. Entendemos desde o início que a melhor forma de contribuir é não trabalhando. Desde o início procuramos buscar informação da OMS, órgãos de saúde oficiais e outras fontes de confiança e vimos que a transmissão é muito fácil e principalmente muito rápida entre as pessoas. No meio outdoor, na trilha, na montanha, é de consenço geral que não tem aglomeração e dá para conseguir fazer a caminhada com uma distância segura entre os participantes ,mas para chegar lá, todos nós teremos que sair de casa para chegar no ponto de encontro, quem não tem carro vai pegar um ônibus, Táxi ou deslocar através de aplicativo. Nisso já vai ter contato com outras pessoas doentes ou não. Vamos entrar numa van com 12, 15 pessoas sentadas uma do lado da outra. Todos terão tido contato com um número significativo de pessoas durante a semana até o dia da viagem. Vamos parar na Padaria para o café da manhã e será outra dezena de pessoas em contato e vamos chegar em São José da Serra, Serra do Cipó, Lapinha, enfim. Viram a trajetória do vírus viajando? Então foi esse o modelo que escolhemos adotar desde o inicio. E foi uma escolha que assim, impactou e MUITO nossa renda principalmente, porque mentalmente isso fez muito mal também porque é uma rotina da qual estávamos acostumados e ser tirada assim dessa maneira não é fácil. Vamos fechar o terceiro mês praticamente sem trabalho. E na mesma situação várias outras agencias e também pessoas que trabalham com receptivos e que também nos atendem e dependem do nosso trabalho. É uma cadeia grande de pessoas envolvidas e que foram atingidas violentamente com a medida de isolamento. Então é o cenário é esse. Cada um tentado do seu jeito uma forma de se manter pelo menos visto e algo legal e muito informativo é o conceito das LIVES e elas estão espalhadas em todas as áreas do meio outdoor e isso é muito bom, porque traz informação e conhecimento e era algo que poucas pessoas buscavam e agora temos com uma gama enorme de opções e acho que chegou para ficar.

uu

> Perspectiva de Agenda

Bom, vamos manter ainda o mês de Junho sem atividade nenhuma. Mesmo que o panorama melhore e algumas UC's possam reabrir vai ser ainda um período para as pessoas se readequarem a vida de novo e têm muita coisa pendente na vida de cada que foi paralisada. Até nós aqui também, não será da noite para o dia que vamos marcar uma trilha e ir, sem planejar, sem montar uma estrutura de segurança. Infelizmente as UC's estão ainda sem data para reabrir. Até porque cada estado têm sua particularidade com a pandemia. Uns melhores, outros piores, outros no caos ou à beira do caos. E não sabemos como o Governo vai fazer, se vai abrir todas de uma vez ou se vai conceder o direito de poucas abrirem dependendo das condições da região onde elas se encontram. Mas aí tem outro problema. Por exemplo, abre o Parque Nacional da Serra do Cipó, tendo em vista que aqui em Minas apesar das subnotificações, estamos um pouco melhores que outros lugares. Vai vir gente desses lugares que estão ainda ruim com a epidemia para cá? Do que vai adiantar abrir o Cipó se pessoas de outros estados e contaminados virem pra cá fazer trilha? Todos os dias acompanhamos as projeçoes matemáticas e esperamos planejar nosso retorno em meados de julho. Por isso mesmo com todo esse cenário estamos trabalhando em uma agenda para que quando tivermos uma segurança e RESPONSABILIDADE de vender viagens, ter as coisas prontas e preparadas para atender as pessoas.

Vamos procurar priorizar Minas Gerais num primeiro momento pela questão da logística ser mais fácil e também pelo custo operacional. E pensando com esperança das coisas estarem controladas, onde possamos gerar renda para as comunidades locais com compra de artesanato, hospedagem, guias nativos locais e etc, que foram também muito impactados. Depois gradualmente vamos saindo para outros locais que demandam mais logistica.

Espero que em meados de Junho poderemos soltar uma Agenda sólida e concreta até o fim de 2020 se assim a coisa toda permitir. Se vocês visitarem a aba de roteiros do site da Ecopix, poderão ver que têm vários roteiros já agendados lá, mas tudo depende do desenrolar das coisas. Muitos lá podem continuar como outros aparecerem também.


> Novos protocolos de Segurança

Estamos já visualizando alguns protocolos de segurança para realizar assim que possamos voltar a fazer as trilhas novamente.

A primeira delas é um acessório que entrou de vez nas nossas vidas que é o uso da máscara. Num primeiro momento pensamos em oferecer essas máscaras mas entra aí a questão da higienização da mesma. Então a pessoa já terá que comparecer para a trilha com a sua própria máscara. Será um item obrigatório.

Há a necessidade de várias outras medidas e protocolos mas dependemos do que o Ministério do Turismo irá nos cobrar principalmente na questão do Transporte de Vans que é o nosso principal meio de deslocamento. O setor de Hotelaria já está recebendo as novas orientações e vamos aguardar o que vai ser as nossas para o setor de turismo ao ar livre.

Comente essa publicação